sexta-feira, 19 de junho de 2009

0

Projeto Chaturanga, por Toni Carlos

Sou o professor Toni Carlos de Vasconcelos, formado em Letras pela Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA. Trabalho no município de Cruz desde o ano 2000. Estou à frente do Projeto Chaturanga, como idealizador e professor. Após a experiência maravilhosa de conhecer o xadrez, não me contentei em ficar só nesta alegria e resolvi compartilhá-la com meus alunos do CEB Maria Pereira Brandão. Temos alunos das oito turmas que ensino. São alunos de 6º, 7º e 8º anos, cheios de energia e vontade de aprender. O grupo estar formado desde Março deste ano e conta com vinte e três integrantes. Apesar de alguns empecilhos, nos reunimos três vezes por semana, totalizando cinco horas semanais. Hoje o grupo sabe jogar xadrez muito bem e vejo futuro nesses adolescentes.
Ao xadrez são dados vários conceitos, mas o que mais chama minha atenção é aquele que diz ser o xadrez a ginástica da mente. Com muita satisfação conduzo o grupo e vejo resultados. Não ensino apenas a técnica de jogar, a cada encontro acabo junto a eles tendo aula de cidadania, de valores humanos e de conhecimentos gerais.
Já foi constatado no mundo inteiro o valor do xadrez nas escolas, como ferramenta de ensino. Gosto de ver o quanto eles tem aprendido nesse intervalo de poucos meses. Estamos vivendo novos tempos, das várias tecnologias, e mesmo assim, é possível ver crianças e adolescentes frente a um tabuleiro frio de peças pouco atrativas na cor, por muito tempo. Num momento como esse, que a educação prega o desenvolvimento de competências e habilidades, fico emocionado ao ver alunos tão diversificados, juntos na realização de um propósito: aprender a ser, aprender a ver, sentir e fazer.

0 comente esta postagem:

Postar um comentário

Agora é com você. Você concorda? Diga aí o que achou desta postagem?

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger