terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

0

Dia do Desportista : homenagem ao BURETA


Neste dia 19 de fevereiro comemora-se o Dia do Esportista, ou dia do Esporte. A origem do Dia do Desporto remete à Lei nº 9.615, de 24/03/1998, a famosa lei Zico, que no artigo 54 cria a comemoração sem uma referência sobre o porquê da escolha da referida data. Porém nesta data tão importante, o Blog ESPORTE E CIDADANIA homenageia, um dos mais importantes, senão o mais importante desportista do município de Cruz, José Arteiro Albuquerque, "O Bureta".  A seguir trecho da monografia apresentada para obtenção da graduação no Curso de Educação Fisica  da Universidade Estadual Vale do Acaraú -UVA, apresentada em Sobral/Ce pelo professor Edvaldo Edson Muniz, que tem um capitulo exclusivo falando sobre este cruzense. 

Bureta: O Craque Dessa Geração

Pelé reinava absoluto, no auge de sua carreira como jogador no futebol brasileiro e um príncipe também despontava no futebol cruzense: Bureta. José Arteiro Albuquerque, destacava também por fazer muitos gols, como Pelé, e apresentava sobretudo elegância em seu futebol. Bureta como ficou conhecido se tornou um ídolo do futebol, reconhecido em todo o norte do estado, um exemplo de atleta a ser seguido.

Desde cedo começou a disputar partidas de futebol no campo Padre Edson, as populares “peladas”. Era “viciado” pelo jogo de bola. Ás vezes, até deixava seus afazeres, para ver uma partida, mesmo sem o consentimento de seu pai, que não entendia o porque do amor daquele menino pelo futebol. Muito  interessado logo tornou-se uma liderança entre os demais garotos do seu time. Participou de várias formações de equipes, quando juvenil, mas seu sonho era jogar num time “bom”, ter prestígio,  ser reconhecido como jogador de futebol. Era seu sonho de infância.

Quando criança, era proibido de jogar no período da tarde pois os meninos só podiam jogar pela manhã. A tarde quem jogava era os adultos. Bureta foi crescendo juntamente com seus amigos do time juvenil. Foi quando surgiu o Cruzeiro e logo Bureta, agora adulto e mantendo as mesmas características de um líder que tinha já quando criança, assumiu o time e o dirigiu, por muitos anos, em sua trajetória de glórias  no futebol de Cruz.

Começou a jogar no Cruzeiro, seu único time, por volta de 1970 até 1982. Quando a equipe não era mais aquele time brilhante. Destacou-se também como excelente jogador de futebol de salão.

Não era um craque driblando, mas em compensação nos outros fundamentos era excelente. Ponteiro esquerdo, de jogadas rápidas, chutava e passava muito bem e uma das melhores características do seu futebol eram os longos lançamentos e cruzamentos que era capaz de executar, colocando a bola mansamente no peito dos seus companheiros atacantes.

GOSTOU DA POSTAGEM? DEIXE SEU COMENTÁRIO!!!!!

0 comente esta postagem:

Postar um comentário

Agora é com você. Você concorda? Diga aí o que achou desta postagem?

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger